27 de abril de 2017

Boas compras... ou talvez não!


Vi numa loja daquelas que vendem produtos para o cabelo um champô fantástico para uma família numerosa. E, a um preço incrível. Uma vasilha de 5 litros, ficaria muito económico o champô. Mas, às vezes o barato sai caro, ou melhor, é inútil para o fim a que se destina. O champô é fraco, fraquíssimo, resultado: transformei-o em sabão líquido para lavar as mãos. Bem, pelo menos dei-lhe um fim! O investimento não foi perdido.

Mini conversa

O Tiago estava a pentear-se e disse que tinha um galo. Tinha batido com a cabeça num móvel do seu quarto e ficou com um galo.
Diz o Mini:

" - O Atonto (Afonso) modeu-me. Tenho uma gawinha (galinha) no baço (braço)!"

Se o outro tem um galo, ele tem uma galinha!

Onde já ouvi isso!

A minha sobrinha enviou-me isto. Por incrível que pareça já ouvi quase todas as expressões! A que me mata é: " não sei como consegue!"

26 de abril de 2017

Mini conversa

De manhã, estava na casa-se-banho a lavar os dentes e o Mini passou por trás de mim e deu-me uma palmada no rabo.

Disse-lhe:

" - Então!..."

Ele:

" - Estava a tirar um peu (pelo)!"

Este sabe-a toda...

Desafio sem açúcar - 24º dia


Na 2ª-feira, quando chegámos a casa, o vizinho estava à espera do Afonso com uma caixa cheia de gomas caseiras. Costumam ser muito boas, mas... Mas, nem uma comi... Se me apeteceu? Nem vamos falar disso!

A nova moda


Agora os supermercados decidiram lançar cartas e tretas para as criancinhas, no sentido de obrigar os pais a andarem atrás da treta da oferta. Assim, moda após moda, lá andam os miúdos a pedirem para irmos às compras ao lugar X ou Y para trazermos as cartinhas que andam na moda na escola. Agora estamos numa onda das cartas do Pingo Doce. Por acaso é o local onde mais compras faço, mas não gosto nada destas manias...
E se os supermercados dessem coisas úteis: por exemplo, em compras superiores a 20€ - 1kg de maças ou um litro de leite... Útil! Algo que nos faça pensar antes de decidir qual o lugar onde vamos fazer compras naquele dia. Algo que valha mesmo a pena!

100.000


100.000 visitas ao Tasco da Anita. Uau! 100.000. Obrigada a todos pelo contributo.

24 de abril de 2017

1/4 de século

Hoje a minha sobrinha Babi faz 25 anos. Estava em França a passar férias quando nasceu. Um bebé tão lindo. Sempre foi uma criança meiga e fantástica. Cresceu e tornou-se uma mulher linda, independente e fantástica.
Eu, o tio e os primos adoramo-la.

À minha querida Cassarina (era assim que ela dizia criancinha em pequena) um feliz dia.

Muitos Parabéns minha linda.

[Babi com o príncipe mais velho ao colo]

Mini conversa

O Afonso chega de manhã à cozinha e diz o Mini para ele:

" - Eu dou um pão a ti" - o Mini estava a comer pão com manteiga.

Diz o Afonso:

" - Eu não gosto de pão com manteiga."

" - Atão!" (como quem: que raio gostas tu rapaz?!?) " - Cal gostas?"


21 de abril de 2017

Desafio sem açúcar - 19º dia

Ontem, o meu marido fez anos. Nem numa migalha toquei do bolo!


Isto esta a começar a tornar-se preocupante!!! Qualquer dia até vou ao ginásio!!!

Pedras preciosas

O Mini adora apanhar pedrinhas. Quando vai ao recreio na escola apanha sempre pedrinhas e guarda-as nos bolsos. Depois o que acontece? Abro a máquina de lavar roupa e há imensas pedras no tambor. Ou, estou a passar a ferro e descubro um alto num bolso - uma pedra, lá está!


Esta pedra está lavadinha e passada a ferro. Útil, bem sei!

20 de abril de 2017

Páscoa na aldeia #3#


No regresso ao norte decidimos vir pela estrada nacional até Leiria. Já à muito que não íamos à Batalha, aproveitámos para dar uma volta pelo mosteiro. Muitos turistas. O dia estava agradável e convidava a uma voltinha rápida pela Batalha. A nossa finalidade era mostrar a estátua do "Condestável" ao Afonso, pois o nome dele teve como base o nome deste herói nacional.








Páscoa na aldeia #2#

O tempo parece sempre pouco, mas é bom estar com sobrinhos, mãe, tio e ver pessoas que não se vê à muito. No entanto, queremos também aproveitar para dar uma voltinha. Rever locais ou mesmo visitar algo de novo.


Já que o marido queria ir ao Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota (voltar a ir!), aproveitámos a proximidade e demos lá um salto antes de almoço. O Mini e o príncipe mais velho foram os únicos que quiseram ir (os outros queriam queimar os últimos cartuchos na Nintendo 64). Quando lá chegámos (mais uma vez) demos com a cara na porta. o CIBA; fecha à 2ª-feira. Não demos a volta como perdida, num local onde foi realizada a famosa Batalha de Aljubarrota, um campo tão importante para a nossa história, aproveitámos para explicar um pouco da nossa história aos príncipes. A capela de S. Jorge estava fechada (acho que nunca a vi aberta!), mas explicámos aos príncipes porque foi erguida e o motivo de ter um cântaro com água à porta.



Pena as covas do lobo estarem em terreno privado, mas mesmo assim dá para ver perfeitamente.


Um passeio calmo, mas com muita história à mistura.


No final o Mini ainda pôde aproveitar um pouco o espaço de jogos para os pequenos (já está muito degradado. Praticamente só 2 jogos se mantêm.).




Páscoa na aldeia #1#


Domingo estava um dia de sol. Com um dia tão bonito decidimos aproveitar os ares do campo e dar um volta pela aldeia. Fomos à fazenda ver como estavam as coisas. As nêsperas já se encontram maduras. Ali a fruta tem sabor. O maridão que é mais alto esticou os braços e nós deliciámo-nos com aquelas nêsperas doces e acabadinhas de apanhar. O Mini adorou.



Continuámos a caminhada, o Mini aproveitou os pauzinhos do chão para fazer espadas.



Mas, não estava calmo, porque os irmãos tinham ficado com a avó e ele queria ir jogar na consola velhinha que lá existe - Nintendo 64. Voltámos a casa da minha mãe, deixámo-lo lá e continuámos a passear pela aldeia. Mas, não por muito tempo. A zona Oeste tem os famosos nevoeiros que gelam os dias de Primavera e Verão, com a chegada do nevoeiro, também nós regressámos a casa.

Desafio sem açúcar - 18º dia

Uma pessoa abre um armário em casa e o que vê:



Toneladas de chocolate! Ninguém resiste... EU RESISTI! [mas morri por dentro]

19 de abril de 2017

Coisas deles #67#

Mais um lindo desenho do João. O gosto pelo desenho cresce de dia para dia. Gosto de o ver motivado.


18 de abril de 2017

Páscoa

No domingo esqueci-me dos ovos! Acordei os príncipes antes de colocar os ovos para eles. O príncipe mais velho já estava a tomar o pequeno-almoço quando me lembrei. Não coloquei os ovos junto à cama deles, como tinha planeado. Acabei por colocá-los nas escadas, com o príncipe mais velho a ver! Bem, os mais pequenos ficaram felizes com a prendinha deixada pelo Coelho da Páscoa.


" - Como ele terá entrado com tantos ovos?", questionou o Afonso.

Depois de verem os ovos, comemos, fizemos as malas e rumámos a coutos de Alcobaça.


A minha Páscoa favorita: ir para Alcobaça.

Desafio sem açúcar - 16º dia

Uma amiga minha a falar-me sobre esta minha decisão, enquanto eu comentava que agora como umas bolachas que mais parecem palha, diz ela:

" - Depois de te habituares até começas a gostar, certo?"

Minha resposta:

" - Não..."

Anita e as origens


Por vezes tenho necessidade de voltar à origens. As origens onde tudo me parece mais perfeito. Onde os cheiros e os aromas são aqueles com os quais me identifico. As tradições são as minhas. O sol, as flores, as plantas, os passarinhos, os caminhos, as gentes, o casario, tudo me trás saudades e uma ânsia enorme de mudança.
Olho para os príncipes e questiono-me porque não os deixei crescer ali. Mas hoje talvez seja tarde!
Ali sinto-me a Anita.







 


Mister Fit #2#

Depois da indecisão da fase em que o maridão estaria, ele provou que estava na fase de planeamento e foi correr na 6ª-feira de manhã.

Para quando a próxima saída?!

Anita foi ao futebol


No sábado, à noite, fui com o príncipe mais velho ao futebol. Fomos ver o Braga - Porto. Foi a primeira vez que fui a um estádio ver futebol. Se adorei? Bem, digamos que não achei muita piada...
1º - achei mais interessante a animação das claques;
2º- a linguagem usada nestes espaços é do mais cuidado possível. Não sabia que havia tantos animais no reino animal, que ser pudessem usar de forma insultuosa!
3º - distraí-me facilmente e nem 30% do jogo acompanhei;
4º - como não há repetição dos lances, por vezes nem sabia o que se estava a passar;
5º - se aquilo não fossem cadeiras duras tinha adormecido antes do final da 1ª parte;
6º - no final do jogo como ficámos em baixo na bancada poente, tive que subir mais de 1 milhão de escadas para sair do estádio. Nem a subida do escadório do Bom Jesus tem tantas escadas!!! Vi a minha vida por um fio... Quem raio inventou um estádio assim???


Mini conversa


No sábado não deixámos os príncipes jogar nas consolas. Os pequenos, também já dependentes dos jogos lá se foram entretendo. O Mini pegou num relógio que tinha nos brinquedos e fez de conta que sabia ver as horas (imitador do Afonso). Quando lhe perguntei que horas eram disse-me o atrevido:

" - Horas de ugar (jogar)!"

Espertinho...

13 de abril de 2017

O que se ouve!

No café, o filho para a mãe:

" - Despacha-te a comer isso."

Olho para eles, e ele remata, com alguma brutalidade na voz:

" - ...parece que nunca mais acabas!"


Jovem, a rondar os 20 anos, piercings, ar moderno... mas com uma falta de educação que só visto!!!

Desafio sem açúcar - 11º dia


Esta foi a sobremesa ao almoço. Se me faz falta o açúcar?

Claro que me faz falta o AÇÚCAR.
Tenho saudadinhas dele...

Mister Fit #1#

Lembram-se disto: Piada Matinal?

Pois é, ainda andamos numa fase de planeamento (ainda!!). Mas, houve evoluções. À cerca de 2/3 semanas o maridão investiu num equipamento de corrida. Pois foi! Mas como a fase de planeamento é longa, o mesmo ainda não saiu do saco de plástico que veio da loja!


Temo que ainda esteja na fase de viabilidade... Será?!?


Mini em ação

O Mini adora puzzles. Por causa dessa paixão, aproveitando uma promoção no Minipreço, ontem fomos lá comprar um novo puzzle para o Mini. 4,99€ e tem 4 puzzles.



Mal chegou a casa quis logo montar. Primeiro perdido no meio de tanta peça pediu ajuda. O Afonso, perante um brinquedo novo, dispôs-se a ajudar. Mas, como o Mini é possessivo nestas atividades, rapidamente afastou o irmão. O pobre do Afonso ficou ali a olhar, mas nem se atrevesse a tocar numa peça.

Por fim fartou-se e o Mini ficou sozinho a montar, desmontar e voltar a montar os novos puzzles.