31 de dezembro de 2015

S-O-C-O-R-R-O

 
Mudei de operadora. Vou mudar de telemóvel. De repente lembrei-me: vou perder os contactos todos...

Mini em ação




 
Espátulas e colheres de pau, que belas espadas!
 
A brincar com o lego que foi oferecido ao "mamo" no Natal, depois de calmamente ter aguardado que eu o montasse.


O guloso!

Com as cartas apanhadas algures, dos irmãos.

Triste...

Contente...

Onde começar o dia

Véspera de Natal e véspera de Ano Novo, até parece já tradição, lá estou eu bem cedo, mal os supermercados abrem, às compras. Depois vou trabalhar...
 

30 de dezembro de 2015

As prendinhas

E, as prendinhas da miss, no ano de 2015 - Natal, foram:

Bombons Avianense

Um telemóvel - (eu que andava de olho nos bichos)


O cd que pedi.
 
Não poderia ficar mais satisfeita. :)


29 de dezembro de 2015

A 1ª Kimmidoll

 
O único filho que me deu uma prenda no Natal foi o Tiago. Quando foi à Comic Con decidiu comprar-me uma kimmidoll. Ele viu-as e achou que eu iria gostar. Não gostei, adorei. ADOREI. ADOREI.

27 de dezembro de 2015

Natal

Foi assim o dia de Natal, sendo o momento mais importante e empolgante as prendas. Os príncipes mais velhos acordaram cedo. Cerca das 7h da manhã já os ouvia. Os mais novos, com tanto barulho, acabaram por acordar perto das 8h.
 


[Momentos antes da abertura das prendas]
 
O desembrulhar das prendas é sempre um momento de alegria, excitação e energia no seu nível máximo. Receberam mais ou menos o que queriam.
 




 
Depois das prendas desembrulhadas desaparecem, cada um vai experimentar as suas. O Mini, foi o único que ficou perto de nós, metendo os seus carros num saco e andando com eles de um lado para o outro. Também aproveitou para brincar com o novo parque de automóveis que recebeu.
 


 
Na hora de colocar a mesa para o almoço o silêncio em casa era incrível. Os príncipes mais velhos estavam nos seus quartos, só o Mini aguardava o almoço calmamente.
 
 

Manhã quente



 
Depois de alguns dias em casa decidimos ir ao centro passear um pouco e apanhar um pouco de sol. O Mini está sempre pronto para sair. Hoje, último domingo do mês, foi dia de mercado em 2ª-mão. Caminhámos, o Mini ainda foi ao parquinho, e no fim ganhou um saco cheio de carros por 1€.
 
 
Ao chegar a casa foi complicado, porque o Afonso também queria brincar com os comboios. Mas, acabaram por se entender!
 

 

26 de dezembro de 2015

A seleção do Mini

Foram estas de certo as melhores prendas de Natal do Mini. Coloca-as em conjunto, sempre juntas. Os carros são uma paixão para ele, com toda a certeza.
 

 
Mas, a espada (ou não adorasse espadas) também é uma das suas favoritas.
 
 

Véspera de Natal

 
Acordei bem cedo, como um dia normal. Fui trabalhar, mas ao contrário de um dia normal não havia trânsito. 8h40 já estava no Continente a fazer compras. Até às 9h30 fiz compras, coloquei as prendas que tinha no trabalho no carro, o bolo-rei e o vinho, que nos ofereceram na empresa, e toca a trabalhar. 13h: direta ao Toys'r'us, para uma compra de um Playmobil que faltava. Depois MediaMarkt, para comprar o livro ao João que ele quer. Uma paragem no Pingo Doce, passagem na pastelaria para levantar a encomenda, e às 15h10, estava em casa. Faltava uma prenda para o João, cerca de 27€, mas qual não foi a surpresa, que por ser comprada na véspera de Natal, ficou a metade do preço. :)
Depois toca a cozinhar. Deve ser dos poucos dias do ano que não me importo de cozinhar.
Havia alguns desesperados a contemplar os doces. Só depois do jantar poderiam atacar.
 
 
A ceia/jantar em família, correu normal. Os príncipes não gostam de bacalhau. Não comeram muito, mas os doces seriam o seu grande objetivo.
 
 
Este ano, deixámos que escolhessem um presente debaixo da árvore de Natal e abrissem. Não foi muito bem aceite a ideia pelos príncipes, mas lá cederam. O objetivo era darem alguma importância também às outras prendas.
 

 
Foram para a cama, mas eu tive que me levantar, para vir embrulhar algumas prendas que ainda estariam por embrulhar e colocar as prendas no seu lugar...
No outro dia (ou já nesse) seria Natal.
 

23 de dezembro de 2015

O Circo


 
Para alguns dos príncipes foi a 1ª vez que foram ao circo.
No domingo, à tarde, fomos ao circo; Uma oferta do Pingo Doce, do BragaParque. O Afonso, era a 2ª vez que ia a este mesmo circo este ano. Já conhecia alguns números e estava feliz por contar a sua experiência. No intervalo, os dois príncipes mais novos quiseram uma espada. Chamámos a atenção para que a espada poderia cair para baixo das bancadas. O Mini, pequenino, agarrou a sua com as duas mãozitas, até adormecer (sim, o Mini adormeceu no circo!), o Afonso, passados alguns minutos viu a sua escorregar-lhe das mãos para baixo das bancadas. No final, lá tive que ir abaixo das bancadas salvar uma espada escorregadia.
Lá chegaram duas espadas, intactas, a casa... (nem sei como!)
 
 

Perler Beads - o sucesso continua

Domingo, final da tarde, o Tiago, já com poucas missangas, pedia mais um kit da Tiger. Numa corridinha, numa noite de domingo, lá fui buscar à Tiger mais um Kit. Logo nessa noite saíram novas ideias. Cá estão elas:
 

 

Temos bichesa Natalícia

Tudo começou num belo dia, à noite. Um beijo no príncipe mais novo e os alarmes são ativados: tem febre. Ben-u-ron de serviço, uma noite calma, e nessa noite, a febre desapareceu. Mas, a calmaria não reinaria por muito tempo. A mãe foi trabalhar e logo cedo se começou a sentir mal. As dores de cabeça a apertar. O ben-u-ron nada fez. Aguentou até ao final da manhã, mas teve que ir para casa. A viagem foi com certeza mais longa que o habitual e difícil. A dor de cabeça, no meio de drogas, não deu descanso. Já era noite dentro, quando finalmente as tréguas chegaram. Mais uma noite calma. Mas, de novo há algo estranho. O príncipe Afonso geme. Gemer não é bom sinal. De novo os alarmes tocam: tem febre. Grita com as dores de cabeça que tem...
A mãe fica em casa, rezando para que esta seja a última vítima desta estranha maleita natalícia!

20 de dezembro de 2015

Sons de Natal

 
As escadas estão enfeitadas, mas isso é uma tentação, não para os gatos, mas para os príncipes, em especial os mais novos. Agora sabemos quando sobem ou descem as escadas. Os guizos são uma tentação. Quando sobem, ou quando descem as escadas, lá estão os guizos a tocar. Será que vão resistir até ao Natal?!?


 

19 de dezembro de 2015

Sábado é dia de...

... de me picar toda nas silvas só para apanhar chá para o meu marido! Chá de cidreira: a dose semanal.