30 de maio de 2014

Creme ou será melhor não?!

Ontem fui com o Mini à pediatra. Perguntou que creme lhe costumo pôr. Eu, disse que muitas vezes nem lhe punha nada, só quando lhe vejo a pele mais seca. Recomendação: um creme muito gordo, mas que seja mesmo para peles atópicas, SEMPRE.
Hoje, depois do banho vai de untar o bebé. Depois de o untar, toca a vestir. Um bebé quietinho como ele só, a simples tarefa de o vestir foi uma loucura. Mexe para um lado, mexe para o outro, escorrega para a esquerda, escorrega para a direita... Ufa! Fiquei a transpirar. 10 minutos depois, lá estava vestido...
Haverá outra forma para pôr creme na pele, sem depois haver uma luta para o vestir?
Agora entendo porque motivo não lhe punha muitas vezes creme na pele...

Experiências @1

O Mini ama pão. Geralmente só lhe damos migalhinhas à boca, género passarinho. Mas alguma vez tem que aprender mais, e comer sozinho o seu pão. Por isso, pão na mão, eu sentada ao pé dele, e pronto, esperar que a experiência corra bem.
 
 
No final, o resultado foi este:
 
 

O que ele diz #25#

 
O Afonso surpreende-nos sempre nas suas conversas. Por vezes penso se ele tem mesmo 4 anos.
Ontem, estávamos numa superfície comercial, ele a comer um hamburguer, quando por trás de nós uma bebé começa a chorar com todos os pulmões. A mãe bem tentava, mas a criança não se calava.
Eis que o Afonso sai-se com esta:
" - Mãe, vai lá animar a bebé."
Ao que respondi:
"- Ó Afonso..."
Ele: " - Se não vais tu, vou eu..."
 
Temos uma pérola lá em casa.
 
 

29 de maio de 2014

Lá vai ele...

 
Saiam da frente, perigoso em movimento...
 

Coisas deles #29#

 
Primeiro os irmãos mais velhos, agora chegou a vez do Afonso. As cartas dos Pokémons continuam a ter sucesso cá em casa.

28 de maio de 2014

O amor é lindo

O João hoje trouxe uma prenda, um livro, ao Afonso, da feira do livro que está a decorrer na sua escola. O motivo: como ontem o irmão foi à escola e não levou dinheiro para comprar um livro, ele hoje comprou-lhe um. Ficou com pena dele e quis fazer-lhe a surpresa.
 
 
Podem andar à cabeçada, mas no fundo amam-se.
 
 

À espera

Enquanto esperamos que chegue a hora de ir para a escola:


26 de maio de 2014


Farpela

Depois de horas no shopping, a saltar de loja em loja, à procura de tudo e mais alguma coisa, no sábado, lá foram os príncipes mais velhos (4 príncipes) com o pai ao casamento. Apresentadinhos como se quer e prontos a divertirem-se.
 



 
Fica para a história (a minha história)  as horas passadas nas lojas às compras. Que desespero! Espero tão cedo não ter outra história assim...


23 de maio de 2014

Nem só o Homem sonha...

 
 
...um gato também o pode fazer.

Na descoberta

O Mini na aranha já tenta chegar a todo o lado. Claro, que chegar a todo o lado implica também mexer em tudo. Mexer em tudo implica atenção redobrada. Este miúdo vai nos deixar loucos!!!
Aqui está ele debaixo da mesa da cozinha.
 
 

E, foram-se...

O Afonso estava no andar de cima. Ouvíamos que estava a mexer nos mealheiros. Ele adora ver o dinheiro que tem no seu. Passados alguns minutos, apareceu no andar de baixo com o seu mealheiro, direitinho. O pai mando-o guardá-lo antes que o partisse. Mal, sabíamos nós que ele já tinha feito isto:
 
 
 
Partiu os dos irmãos, na tentativa de lhes tirar o dinheiro e colocar tudo no dele... O dele foi o único que se salvou...

Compras... e mais compras...

Estou louca com as compras. Os miúdos e o meu marido vão amanhã a um casamento (grande frete) e ontem passámos 3h30 no centro comercial, com o Afonso e o príncipe mais velho à procura de roupa. Isto de fazer compras com miúdos piora a situação (que eu já não gosto) em muito. O Afonso, aguentou-se mais porque estava "informado" (foi comprado) que só iria ao McDonalds se se portasse bem. Mesmo assim, muito bem se portou ele. O pai e o Afonso estão quase, só falta praticamente os sapatos. Já o príncipe mais velho foi mais difícil na escolha. Trouxe um blazer preto que até nos surpreendeu! O meu filho já veste blazer...
Hoje ao final do dia teremos a parte 2: lá vou eu com os gémeos...
Isto dá cabo de mim...
 

21 de maio de 2014

Invenções

Tenho dois pares de calças que gosto de vestir, mas que por descuido ficaram com pintas, na base das pernas, provocadas pela lixívia. Tinha duas hipóteses: ou passavam a calções ou iam no lixo. Pensei melhor e decidi tingi-las de preto, até porque uso mais calças que calções, e para o lixo só pelas pintas de lixívia dava pena. Comprei o produto num supermercado, meti na máquina, e... voilá: tenho dois pares de calças novas.
Acho que é uma coisinha que vai passar a ser comum lá por casa. Uma boa ideia para utilizar quando a roupa dos miúdos fica manchada, mas ainda está em bom estado (o tecido).

Mistério resolvido

A semana passada descobri um babete, cujas fitas para o atar estavam muito curtas. Perguntei ao meu marido se sabia o que tinha acontecido, mas ele disse que não. Até pensei que se calhar prendeu na máquina de lavar e ficou assim... enfim!
Hoje, de manhã, estava a minha sogra a falar do Mini que não quer babetes e os arranca todos, com força do pescoço. Ela até tem medo que ele se esgane com alguns babetes. No outro dia, ela a contar, um babete, de tantos puxões que ele lhe deu, fez um nó nos atilhos, que a única forma de o tirar foi cortar, com uma tesoura.
Pronto, está resolvido o mistério, foi uma tesourada.
 

19 de maio de 2014

Que grande susto

Ontem, à noite, mesmo antes de ir para a cama, apanhei um grande susto. Os príncipes mais novos já estavam prontinhos para dormir, ambos em cima da minha cama. Fui à casa-de-banho, do meu quarto, deitar fora a fralda do Mini, mas antes pus uma almofada entre o Mini e o lado de fora da cama. Quando olhei para a cama, estava o Mini a ser empurrado com os pés para fora da cama pelo Afonso. Eu estava a 3 metros, se tanto. Berrei, corri, mas não fui a tempo do salvar da queda. A sorte é que a minha cama é muito baixa e o pior foi mesmo o susto.
O que os ciúmes numa criança de 4 anos não fazem...

4 dentinhos



Coisas deles #28#

O príncipe mais velho a brincar com o Afonso, quando o outro repetia tudo que ele dizia:
Diogo: " - Eu sou burro."
Afonso: " - Tu és burro."
Parece que ele não repete tudo, tudo...
 

18 de maio de 2014

O macaquinho de imitação

O Mini começa a emitar tudo e todos. A nova gracinha é colocar os braços no ar, quando os outros o fazem.
 
 

Balões de água


 
Algum tempo a encher balões com água, e depois alguns segundos para eles desaparecerem todos.
Luta de balões: algum choro pelo meio, muita risota. Eu e o Mini limitámo-nos a ver.



 
 
 

16 de maio de 2014

O que ele diz #24#

O Afonso surpreende sempre com o seu discurso. Ontem, na sequência da minha pergunta de onde estava:
" - Estou na varanda. Não te preocupes que estou na varanda que tem um muro."
Como ele sabe que estar na varanda nos preocupa...
 

14 de maio de 2014

A rosinha

 
Após tantos dias, a rosinha que o meu filho me deu na festa do Dia da Mãe, na sua escola, ainda resiste bem. Está na minha secretária, no trabalho, a alegrar os meus dias.
 

A loucura das pulseiras de elástico

 
E, pronto, lá a casa também chegou a loucura das pulseiras de elástico. A compra de 2 packs no chinês, a mãe a dar ao dedo, e hoje os príncipes foram para a escola cheios de pulseiras. O príncipe mais velho estava relutante, mas quando viu as dos irmãos também quer...
 

 
 
Para hoje tenho a tarefa de passar no chinês e comprar mais elásticos [recomendação dos gémeos].
O Afonso, ao chegar à escola, até quis tirar o casaco só para mostrar as suas pulseirinhas.
 

 

Talvez... hoje!!!

Ontem deixei a caderneta no trabalho. A surpresa foi para mim quando cheguei a casa sem a caderneta!!! Bem, levei os cromos!
Hoje já a coloquei na mala para não esquecer...
 

13 de maio de 2014

Alguém vai ficar feliz


Já vão poder colar o seu cromo do Ronaldo...
Os gémeos vão ficar felizes...

Avaliação

 
Ontem (e, quase me esquecia) foi a reunião de avaliação da evolução do Afonso na Pré (escola).
Bem, ele é aplicado, educado, não faz birras, tudo que lhe pedem faz de bom grado. Tem evoluído bastante. Gosta especialmente da natureza e de animais. É uma pessoa atenta, que demonstra que gosta de aprender. Ainda há coisas a desenvolver, como a motricidade fina.
Resultado: é tão bom uma mãe ouvir que o nosso rebento se porta bem, é sinal que estamos como educadores a fazer um bom trabalho. Não espero que os meus filhos sejam perfeitos, mas é bom saber que se sabem comportar, que sabem estar e respeitam os outros.
 

9 de maio de 2014

Coisas deles #27#

Tal com já tinha referenciado antes, o Afonso desde que foi para a escolinha desenvolveu muito o desenho. Agora é só apanhar um papel em branco e lá está ele a desenhar, a pintar, até já tenta pintar sem sair do risco. Um artista...
Os dinossauros são talvez o seu tema favorito.
 


 

Aprendendo



 
O Afonso decidiu pegar nos patins do João e aprender a andar de patins. No meio de algumas quedas, e de muita risota, até não se consegue equilibrar mal. Necessita de mais treino e uns patins para o tamanho do seu pé.
 
 

7 de maio de 2014

Experiências

A experiência de tocar em relva. De sentir a sensação de algo diferente. Vá lá, não lhe deu para comer...
 


Dores de cabeça

 
O Tiago ontem ligou-me que estava com dores de cabeça e não aguentava mais. Tive que o ir buscar à escola, a meio da tarde.
Tadinho, ali estava ele, sentado a um canto do portão com a cabeça deitada em cima do colo. Desta vez deu-lhe a sério. Chegou a casa, tomou um comprimido para a dor de cabeça e foi dormir. Mas, quando acordou estava com vontade de vomitar. A dor de cabeça abrandou, mas manteve-se até ir para a cama. Hoje ainda não se sentia bem. Dei-lhe um calmante e mais um comprimido para a dor de cabeça. Vamos ver como passou o dia...
Parece que temos um herdeiro da maleita do pai: enxaquecas. Espero bem que seja só uma fase...
 

Odeio que me digam isso... por favor, poupem-me!!!

Perguntas que me fazem constantemente e que me levam à loucura. Já não há quem o suporte...
 
"São todos seus?!!!"
Ups, se calhar não são! Devem ter vindo agarrados aos outros...
 
"Não sei como você consegue!!"
Devo ser a super-mulher, mas nem sabia...
 
"Não está a pensar ter mais nenhum, pois não?"
Espera, esta é de loucos. Quem os alimenta? Será que para além de mim e do meu marido mais alguém contribui para o orçamento familiar? Pois, se não contribuem, o que terão a ver com isso?!!!!
 
"Já fechou a loja?"
Outra pergunta desnecessária, e que só a mim e ao meu marido nos dirá respeito.
 
 
 



6 de maio de 2014

Coisas deles #26#

 
O Afonso na brincadeira em que quer que os pais participem:
" - Pai, tu és o capitão Gancho. A mãe, é o Barriga."
Caramba... nem vou comentar!!!

5 de maio de 2014

Paleontologia

Lá em casa não faltam dinossauros.
O príncipe mais velho amava dinossauros. Queria ser paleontólogo. Hoje (agora) já não tem a mesma opinião! Por isso, dinossauros é coisa que não falta lá por casa. O Afonso brinca com eles, e dá-lhes uso. Mas, agora parece que há mais um que gosta dos bicharocos, mais não seja para roer com as gengivas...

 
 

Dia da Mãe


Hoje de manhã, na escolinha do Afonso, tinham preparado uma pequena surpresa para o Dia da Mãe. Lá fui com o príncipe. Todo feliz, ali estava ele, sentado com os amiguinhos, sempre a olhar para mim e a acenar-me. Depois de algumas palavras em honra da mãe proferidas por quem de direito, chegou a hora da entrega da rosa à mãe. O meu menino, todo feliz, a correr para mim de flor na mão... shnifff (não há palavras para o descrever). Ali ficámos abraçados, aos beijinhos, um ao outro, como se o mundo fosse só nosso...
 
Comemos bolinho juntos, e o príncipe ainda começou a choramingar. Lá o convenci a ficar e a brincar com os amiguinhos, o que não tardou em fazer. Quando vim embora, corriam de um lado para o outro, todos juntos.
Começar assim um dia é tão BOM.

9 meses

 
 
O Mini, refilão se não lhe fazem a vontade (entenda-se chora, e chora...), faz hoje 9 meses.
4 dentinhos, já se põe em pé sozinho, começa a aventurar-se estar em pé só agarrado com uma mão. Já gatinha. Adora comida e começa a demonstrar grande interesse pela nossa comida.
Cada vez é mais difícil o adormecer, acho que não tem tempo para isso, mesmo que esteja a cair de sono.
Está um querido e já é um brinquedo para os irmãos, que o empurram na aranha de um lado para o outro, deliciando-se com as suas enormes gargalhadas.