29 de novembro de 2013

Na companhia dos patos

No sábado passado levei o Afonso para ver os manos na aula de canoagem e me fazer companhia durante aquela hora que espero. Bem, o companheiro começou logo por amuar porque também queria fazer canoagem. Desgraça da minha vida, ainda faltava uma hora e já estava amuado!


 
Para o tentar animar, e fazer-lhe ver que não tem idade para a coisa, mandei-o perguntar ao instrutor se podia ter aula de canoagem. Nada como passar a bola aos outros... E ele, lá foi perguntar. Mais convencido mas não completamente, meio amuado ainda, começou a brincar com as folhas, como se fossem barcos. Deitava-as à água e seguia-as, todo animado.
 



No entanto, o instrutor, que lhe deve ter achado piada, trouxe o barco até ao passadiço e convidou-o a seguir os irmãos com ele. Colete de salva-vidas colocado e lá foi ele, rio abaixo.
Pronto, tornei a ficar com os patos como companhia.
 
 
 
No fim, passados 15 / 20 minutos, chegou feliz com sua aventura. Foi a primeira vez que ele andou de barco.

Ainda teve tempo para correr e apanhar bolotas, enquanto os irmãos se vestiam para regressarmos a casa.
 
 


Avariou o coche

Príncipes mais novos sentados e devidamente presos no carro, dar à chave e... nada. Dar de novo à chave, nada... De novo, pegou, mas mal tirei a mão da chave, pronto, tornou-se a desligar. Desespero total logo. Nesse momento passa o mecânico, digo-lhe o que se passa e com ele ocorre a mesma coisa. O problema foi na ignição, na fechadura. Teve que ir para a oficina para arranjar. Isto aconteceu na passada 3ª-feira, tinha logo que ser a uma 3ª-feira!
 

 
Resultado tive que ir buscar os miúdos a pé à escola, pois eles tinham ido cedo com o pai e não sabiam de nada, com o Mini e o Afonso, um ao colo, outro a rasto. 3 viagens até à escola. Tudo a pé nesse dia... O Afonso não foi à escola e o Diogo não foi à aula de trompete.
Ah, e o arranjo do carro também não foi nada simpático para o meu bolso...
 
 

Doentinho

O Afonso deitou-se a queixar-se da barriga e acordou a vomitar. Nunca o vi doente tão caido, tão quieto. Até me pediu para ir para a cama dormir. O pouco que comeu hoje saiu passado pouco tempo.
Logo hoje que tínhamos planeado, faz tempo, ir amanhã ao cinema, eu e ele, ver o Frozen.
 
 

27 de novembro de 2013

Dia de corta-mato

 
Só o João foi ao corta-mato. O Tiago decidimos que seria melhor não ir, porque tem tido dores de cabeça e ainda não percebemos o que as provoca.
O príncipe não ganhou, mas foi o melhor da sua turma. O seu objectivo foi atingido. Claro, para mim foi o campeão.
 
 

25 de novembro de 2013

Roupa confortável

Para um bebé pequeno, que está quase sempre em casa e com o frio que já se faz sentir, parece-me que o mais confortável serão babygrows. Como ele cresce e necessita de roupa, decidi comprar-lhe uns babygrows, mas qual não foi a minha admiração quando me disseram que é difícil encontrar babygrows para 6 meses (os 3 meses já passaram). Poucas são as marcas que os fazem para além dos 3 meses.
Bem, descobri entretanto este na Primark bem fofo e giro, e claro a um preço bem simpático. Vou ter que lá ir com mais tempo para ver melhor outros que possa ter.
 




Saudades da escola

 

 
Ver estes cadernos faz-me lembrar a escola primária. Que saudades! O meu marido descobriu-os na feira das velharias e não lhes resistiu.
Os cadernos antes eram bem mais engraçados. Estas coleções preenchiam o nosso imaginário.Quem não queria ter a coleção toda?
 

Gataria

Um com a mania das fragilidades:



outro a tomar conta das compras... será que está lá alguma coisa para ele?

 

24 de novembro de 2013

18 de novembro de 2013

Arte ou talvez não

 


Será arte? ou será que me irei passar?
O Afonso agora inventa cada uma...

A sobremesa da inveja

 
 

 Um crepe de maça, 3 bolas de gelado de morango, baunilha e noz. Que bom!





Sol e canoagem

 

 
 
Sábado frio, mas com sol. Os gémeos lá foram ao seu treino de canoagem, enquanto eu, sem casaco (é bom esquecer o casaco numa manhã fria...), ficava na margem do rio a observar as folhas, os patos, os meus príncipes, o sol, o céu. Tenho que arranjar alguma coisa para fazer enquanto os espero, ou levo um livro ou qualquer outra coisa...
 

 
 
 

 
 
 
 

13 de novembro de 2013

Boa vizinhança é...


 ... tocarem à campaínha, abrirmos a porta e, voilá: um caixa de bolachas.`
Este é um dos motivos pelos quais gosto tanto de morar aqui.
 

Copos novos

Os copos são uma coisa que parto com facilidade cá em casa. De quando em vez, ou bato com eles contra a banca da cozinha, ou voam, nem sei como, para o chão. Os copos cá em casa, que tinha a uso, era um de cada nacionalidade; os restos de conjuntos que fomos comprando. Queria copos lisos, para que os desenhos não saiam com as lavagens na máquina. Conseguimos comprar novos a um preço incrível no Jumbo: 18 copos - 5,99€ e giros, lisos e com uma cor que gosto.
 



 

10 de novembro de 2013

Nova chucha

 
Parece que descobriu a chupeta que gosta - o dedo.

Manhã de Sábado

As manhãs de sábado são tão agitadas como outro dia qualquer da semana. Além de levar o príncipe mais velho à academia para as aulas de música, agora tenho também que levar os gémeos às aulas de canoagem.



 
Hoje levei-os e, como não compensa voltar a casa e depois tornar a ir buscá-los, fiquei a ver o treino deles. Ainda andam na canoagem à pouco tempo, mas parece que estão a gostar. Hoje quase todos os seus colegas caíram à água, eles ainda bem que não caíram. Acho que da próxima vez fico no carro, aquilo dá-me cabo do coração, pensar que podem cair à água e ficar aflitos. O pior quando caiem à água é entrarem em pânico, o treinador está sempre por perto e eles levam coletes.
Andaram em caiaques para uma pessoa, calmamente, remando para um lado e para o outro, na calma do rio, na companhia dos patos e alguma chuva à mistura.
 



 

7 de novembro de 2013

Há que tentar

O Tiago hoje estava triste porque na canoagem se esforça tanto para ficar à frente do irmão gémeo, mas nunca consegue. O irmão ganha-lhe sempre. Hoje o prémio era andar numa canoa, só para uma pessoa, e foi o João que andou.
Sempre foi assim desde que nasceram, em termos de desempenho físico. O Tiago sempre se esforçou mais, mas quase sempre quem acaba por conseguir fazer primeiro é o João. Aconteceu quando eram bebés e se começaram a virar sozinhos. O Tiago dias a tentar, até que um dia o João se virou sem se esforçar muito. O mesmo aconteceu ao andar: o João começou a andar primeiro.
De qualquer forma, o Tiago tanto se esforça que acaba sempre por conseguir atingir os seus objectivos. O pior é que faz sempre comparações com o seu gémeo, isso deixa-o triste.
 

Loucuras da adolescência @4


O príncipe mais velho agora não sai de casa sem o seu perfuminho. Coisas da idade, quer estar no seu melhor. Ontem comprei-lhe este perfume da Zara, que já é bem conhecido cá em casa e cheira tão bem.

 

Pronto para a Chuva

 


6 de novembro de 2013

Fatiota giraça

 
Ó para mim hoje todo giro. A mamã foi almoçar com umas amigas e eu fui muito bonitinho para o momento. Portei-me muito bem, nada de choros.
A roupinha é da Zara. Simples mas muito gira.
 
 

5 de novembro de 2013

Queques

 
Queques acabadinhos de fazer. A primeira vez que usei a pistola de creme, à anos que a tenho. Não me saí mal.

Sempre distraído

 
 
" - Tiago, filho, estás com o casaco vestido do avesso, porquê?" - eu.
" - Ai, estou!? Pensei que era daqueles casacos que tinha dois lados..."
 
 
 

Gato moderno

 
Um bom lugar para uma soneca ou será que vai à internet? Os locais que o Joijoi escolhe para uma sesta!

3 meses

 
Faz 3 meses. Já dorme a noite toda. Adormece cerca da meia-noite e só acorda às 8h da manhã. Faz birra antes de adormecer. Já conhece bem a mamã, o papá e os manos. Ri-se sempre que nos vê. Ir às compras com ele, está a começar de deixar de ser um pesadelo. Um amor.
 
 
 

1 de novembro de 2013

Halloween Caseiro @2

Quando estava a preparar os bolos de halloween, chegaram a casa os príncipes mais velhos.
 
 
O Tiago chegou com um dedo negro, tinha-se magoado na escola, na aula de educação física. Como estava queixoso e o dedo negro, decidi ir com ele para o hospital. No hospital até nem demorámos muito (2 horas). Fez os exames necessários e não passou de um dedo magoado por uma bola pesada de basquetebol. Brufen para as dores e colocar gelo no dedo.
Bem, o jantar do dia das bruxas foi adiado 3 horas, mas acabou por se realizar. Comemos cachorros com salsichas de halloween, havia rebuçados, gomas e boa disposição, depois do susto, para o jantar em família.
 






 
Hoje os príncipes mais velhos quiseram levar alguns doces aos seus amigos, ou não seja hoje Dia de Pão por Deus.