27 de maio de 2012

Ganharam...



Foi necessário ir jogar fora para ganharem pela primeira vez. Não ganharam um, mas sim os dois jogos.
Da última vez que jogaram e perderam, o João chegou quase a chorar a casa, mas ontem vinha com uma alegria! Além de terem ganho, marcou também um golo. É bom quando os vemos felizes.
O futebol não mexe comigo. O que mexe comigo são as emoções dos meus filhos.

26 de maio de 2012

Tarde calma

(Foto de: Sara Girassol)

O meu marido acabou por levar o João ao futebol, levou o Tiago para lhe fazer companhia e ver o jogo. A tarde não está desagradável, há vento, mas pelo menos não chove, o que é bom para o jogo do João.
O príncipe mais novo, entre brincar com os carrinhos e ver televisão, anda aqui sem chatear nada. Ele entretém-se bem sozinho.
Estou a tentar que o príncipe mais velho estude um pouco de português, pois tem teste esta semana. Mas, não está fácil. Tem usado de todos os pretextos para se escapar. Neste momento estou à espera dele, disse que ia à casa-de-banho vão para aí 10 minutos...
 

Nem sempre as coisas correm como planeado

Ontem, o final do dia não foi fácil. Eu, que quando tenho mais de 37º o meu corpo já cede por todos os lados, cheguei aos 38,5º.
Hoje, acordei melhor. Já não tenho febre, mas continuo com a medicação. Perfeita, perfeita ainda não estou, mas já me mexo sem me queixar a cada 2 segundos.
O meu marido saiu de manhã para ir trabalhar, mas o carro não quis chegar a Viana do Castelo, parando no caminho. Voltaram os dois de reboque. Vamos ver a surpresa que vai ser...
Há dias assim!

25 de maio de 2012

De rastos

Ainda fui trabalhar de manhã, mas o meu corpo quebrado, reclamava descanso. Dói-me o corpo todo, é incrível como temos tantos ossos para doer. Dores de garganta, dores de ouvidos, febril... bem, depois de tomar 2 antigripine, sofá, claro com manta, e toca a dormir.
Agora está a chegar a hora de ir buscar os  miúdos e o meu corpo continua a reclamar descanso. Vou passar pela pizzaria e o jantar fica tratado. Chegada a casa, sofá de novo. Amanhã tenho, espero, estar fina, os príncipes têm actividades e sem o pai por perto vou ter que me mexer... Já estou a ver-me a arrastar...

24 de maio de 2012

Sábado para eles

(Foto de: Sara Girassol)
 
Parece que vou ter que ganhar coragem e ver de novo a previsão do tempo para o fim-de-semana, pois sábado preciso que esteja bom tempo. Senão bom tempo, um tempo razoável já era bom!
De manhã o príncipe mais velho tem ensaio para os concertos que se avizinham. À tarde, o João tem jogo de futebol, desta vez fora de casa, em Braga.
São Pedro, sê amiguinho!
 

Na caça

Ontem andei para aí 40 minutos, de rabinho para o ar, no meio das ervas, à procura de um grilo, que não quis ser apanhado.
O Tiago adora grilos, por isso como a época de caça ao grilo abriu, era importante para ele apanhar um grilo. Geralmente quem se dedica a essa tarefa é o pai, mas esta semana não está disponível, por isso com jeitinho lá me pediu para irmos apanhar um grilo.
Ontem, após 40 minutos ou mais, grilos = 0. Voltámos a casa de gaiolas vazias, mas com a promessa de voltar hoje.
Embora tenha crescido no campo e muitos amigos tivessem grilos, foi coisa que nunca me deu para apanhar. Mas, hoje lá fomos de novo. Nariz no meio das ervas, rabiosque no ar, ouvido atento, e lá andámos mais 40 minutos. Tenho uma teoria sobre os grilos, eles devem ter um sistema de comunicação qualquer, entre eles, que só cantam quando estamos longe. Mesmo que estejamos minutos,  horas imóveis no mesmo sítio, eles não fazem barulho. Mas, mal viramos as costas, lá estão eles: gri-gri, gri-gri... Será que têm net?!
Descobri um buraquinho no chão, e com a paciência que vi o meu marido fazer, lá estava eu com uma ervinha na mão, bem fininha e resistente, a tentar fazer cócegas ao grilo, dentro da toquinha. Eis, que sai um bicho preto. Não perdi a oportunidade, mãos em cima e toca a chamar o Tiago (conhecedor dos ditos grilos). Mostrei-lhe o apanhado, mas não, não era um grilo. Nem um grilo conheço?! Libertei o pobre bicho, e ainda me estou a questionar como o pude confundir com um grilo. Bem, qualquer um se enganava... Pensando bem é para aí 4 a 5 vezes mais pequenos que um grilo. Aquilo não era nem de perto um grilo!
Voltámos à cruzada, sempre avisando o Tiago que era melhor esperar pelo pai e tentar no fim-de-semana. Quase convencido, mas murchinho. Ao ver aquela carinha ganhei coragem, fui a um buraco que já tínhamos visto ontem, de novo de erva na mão, e toca a fazer cócegas a algo que no buraco vivesse. Estava lá um grilo, quase, quase saiu, mas meteu-se para dentro e nunca mais o vimos. No meio das ervas comecei a esgravatar, descobri ali pertinho outro buraco. Nova tentativa. Novo habitante veio espreitar à porta, mas como não gostou da visita, retirou-se para dentro. Não era agora, que conhecia finalmente cara a cara um grilo, que me daria como vencida. Com convicção, toca a meter a ervinha por ali dentro. Acho que o bicho já estava irritado, pronto para vir discutir, quando... zás... apanhei-o. O Tiago ficou tão feliz.
Valeu a pena a espera. Por hoje sente-se feliz, noutro dia haverá mais caça.
Quanto a mim, voltei cheia de terra e a coçar-me por todo o lado. Parece que houve algumas ervas que não gostaram da minha presença.

23 de maio de 2012

Programas de festas de verão

Como estamos na época, ou a iniciar a época, de festas, festarolas e romarias, começam a aparecer cartazes das ditas por todo o lado. Descobri mais um original:


Poio da Vaca
e do programa faz parte:
- tarde de animação
- petiscos
- música popular

Numa festa em que se dá relevo ao poio da vaca, como se pode falar em petiscos?!!!


Potentoso programa

Mixões da Serra, aldeia no cimo do Gerês que adoro. O seu padroeira Santo António é homenageado anualmente, com os festejos em honra do santo. Não tenho nada contra a festa, até porque é bem característica com a benção dos animais, mas tenho que fazer aqui relevância ao programa dos festejos, devido à sua originalidade.
Aqui está o programa:


Passo à análise:

Dia 10 - domingo:
 13h00: No final da procissão sessão de fogo de artifício.
Fogo de artifício, às 13h? Para quê? Durante o dia terá algum efeito?

 18h00: Grande sessão de fogo de artifício.
Mas estamos em que mês? Junho? Em Junho às 18h ainda é dia, ainda há sol. Estamos com problemas com o fogo de artifício.


Dia 12 - terça-feira:
 10h00: missa solene pelos emigrantes bem como pelos irmãos vivos e falecidos de Santo António.
Agora estou baralhada. Mas Santo António não viveu no início do século XIII? Irmãos vivos? Que idade terão os senhores?

 13h00: música gravada.
Sim, há que dar destaque no programa...


Dia 13 - quarta-feira:
 12h00: missa cantada e sermão por um distinto orador.
Só saberá quem é quem for. Além de distinto é secreto...

 24h00: potentosa sessão de fogo de artifício.
Po... quê? Bem o fogo de artifício é algo a melhorar.




22 de maio de 2012

Férias... ou talvez não

Acordei cedo, embora tenha tirado o dia de férias. Tinha que acordar o meu marido, que tinha que sair cedo, e preparar os gémeos para irem para a escola, pois o pai iria levá-los. Mas pensei, volto já para a cama. É só eles saírem e pronto, voltarei... Isto foi o que pensei, mas o príncipe mais novo acordou. Acordou e saiu da cama. Lá foi a minha ideia de voltar para a cama, às 8h da manhã, por água abaixo. Chovia lá fora.
Bem alternativa: passar a ferro, colocar roupa a lavar, aspirar a casa toda, mudar os lençóis de todas as camas, estender e apanhar roupa. Mas houve mais: dar banho ao príncipe mais velho, chamá-lo para estudar, ameaçar o príncipe mais novo para comer, ir buscar os gémeos à escola (caminhada do dia), colocar o príncipe mais novo a dormir a sesta (não queria, mas adormeceu em 3 minutos).
Depois do meu dia de férias, estou pronta para ir dormir. Vou só ali tentar que o príncipe mais novo coma. Ultimamente só o faz sob ameaça. Hoje ao almoço só comeu porque o ameacei que se não comesse colocaria o Spike lá fora. Lá foi abrindo a boca.
É assim um dia de férias, quando tiro férias para tomar conta dos príncipes.

Outra vez! @1

Juro que vou deixar de ver a previsão do tempo... Isto deixa-me deprimida...
Quinta-feira: 30º
Sexta-feira: 19º
Fim-de-semana: chuva...
Alguém que me avise que estou a ver a semana errada!

Mentira

Ontem, o príncipe mais novo chegou a casa à meia-noite com o pai. Meia-noite, mas com uma energia enorme, para a hora. Sono nem sinal. Perguntei ao meu marido se ele estava a dormir quando o foi buscar. Ele disse que não, mas que viu uma coisa... Pensei logo que estivesse a comer um rebuçado, mas depois pensei melhor e lembrei-me que devia de estar de chupeta. Cá em casa já não usa chupeta à muitos meses, nem para dormir, mas o príncipe mais velho, disse-me que a avó lhe dá a chupeta para dormir. Questionei-o: " - Tinhas chupeta?" A que ele respondeu: "- Não..." e, tentou mudar de assunto. Sempre que ele tenta mudar de assunto é porque algo não lhe interessa. Questionei-o várias vezes sem sucesso...
Como é possível um miúdo com dois anos já mentir tão bem!!! Mente em proveito próprio. Como é possível, com 2 anos?!!??

21 de maio de 2012

Outra vez!

Bem, acho que isto da crise está a dar cabo do tempo. De novo frio para o fim-de-semana?! Semana linda, temperaturas agradáveis, vem o fim-de-semana e pronto, volta o frio, a possibilidade de chuva... Ou seja, ou ficamos em casa, ou eventualmente vamos até ao shopping. Bem, como no próximo fim-de-semana não tenho o marido em casa, se calhar o tempo até será o melhor...

Diplomaticamente correto

O Tiago é sempre diplomaticamente correto. Quer agradar a todos, por isso usa sempre de diplomacia.
Os príncipes mais velhos a falarem de jogos, jogos inventados por eles. O príncipe mais velho, a explicar um novo jogo que os amigos inventaram e jogam. Pergunta o João: "- Qual o jogo que gostas mais, Diogo? Eu gosto mais dos Pokemon." O Diogo: "- Eu gosto mais do que os meus amigos jogam." O Tiago: "Eu gosto dos dois!"

18 de maio de 2012

Alguns miminhos

Uma prenda:



Um sabonete fantástico da nossa Confiança (fábrica de sabonetes em Braga):


Algo especial - sementes de girassol - elaborado por uma amiga especial (edição de 2012):




Os passáros e os gatos



Primavera. Flores. Pássaros. Pássaros! Bem, os gatos não resistem aos pássaros que pousam no arbusto. Até ficam com o outro "ai s'eu ti pego". De manhã fazem a vigia serrada ao arbusto, não vá algum passarito estar descontente da vida...

Ainda havia Sol



No fim-de-semana passado, o príncipe mais novo aproveitou o exterior ao máximo. Era vê-lo sentado, a jogar à bola, a brincar com os carros.
Aprendeu a abrir a torneira de água da mangueira e era vê-lo a molhar-se todo e a molhar os outros. Divertiu-se imenso com a água. Que bons são os dias quentes.

15 de maio de 2012

Concurso ao deitar

Esta noite dormi com o príncipe mais velho. Ele adora. Mas ultimamente é uma coisa rara, porque o príncipe mais novo quer dormir sempre com a mãe.
Ontem alterámos o esquema. Mas, ao deitar fizemos uma aposta: quando o pai apagasse a luz ele (o príncipe mais novo) chamaria pela mãe. Assim foi, o pai apagou a luz e só se ouviu o príncipe mais novo dizer: "Tiago, a mãe?"
Bem, rimo-nos imenso. Claro, ganhei a aposta.

14 de maio de 2012

Frio?! de novo...


Eu que estava a pensar mudar já a roupa de Verão com a de Inverno, arrumando as camisolas interiores, calças mais grossas, camisolas polares. Parece que estou a pensar adiar de novo essa acção... Vi a previsão e não é animadora para o final da semana e início da próxima. Volta a descer a temperatura.


11 de maio de 2012

Escondido

O príncipe mais novo fez asneira. Aliás, algo que faz muitas vezes. Como tem noção de quando faz besteira, decidiu esconder-se do pai. Aqui está ele bem escondido. Nem se mexia...


Literalmente

Uma das expressões que uso muito, especialmente no trabalho, é "vou cortar os pulsos". Parece que tal sempre vai acontecer.
Hoje foi o dia decisivo. Após 2 anos de espera, tive hoje consulta de neurocirurgia. E, pronto, assinei o termo de responsabilidade. E, agora há que esperar... Serão mais 2 anos?!!! O médico disse que não. Por isso há que aguardar a vez para a cirurgia ao tunel do carpo.  

10 de maio de 2012

A companhia


Et, voilá! O meu companheiro dos serões a passar a ferro. Em cima de um banco, ao lado da tábua de passar a ferro. Assim, tem uma festinha de vez em quando.

O que ele diz #3#


Ao chamar o príncipe mais novo para o banho ele respondia sempre: "- Não poxo.". Tornava a chamar, a mesma resposta. Bem, até que lhe perguntei o que estava a fazer. Se calhar devia tê-lo feito antes... Ele respondeu-: "- A brincar com os carros." Levantaram-se questões na minha cabeça. Espera, a voz está perto, mesmo aqui por baixo! Pois é, ele aproveitou que estava tudo distraído, abriu a vitrina da colecção de carros do pai e, estava realmente a brincar com os carros, mas com os carros que o pai adora, e que não são para brincar...
Ter uma vitrina cheia de carros, com um miúdo de 2 anos, e que ainda por cima adora carros, é complicado. O miúdo não aguenta...

O que ele diz #2#

Ao adormecer esta noite o príncipe mais novo, quase 40 minutos depois, na tentativa de o colocar sonolento, começo a fazer-lhe festas na cabeça e no cabelo. Mas não estava a fazer do jeito que ele queria, por isso, ele foi recolocando a minha mão até estar como queria. Perguntei-lhe: "- Assim?", ao que ele respondeu: "- Exacto."
Espera! Ele disse "exacto"??!!! Disse, que ouvi.... Mas ele ainda fala tão a bebé e sai-se com um exacto!Bem, daqui para a frente temos evolução no português...

7 de maio de 2012

Oportunidades


Já à muito que andava a namorar esta beleza lá para casa. Perfeito, perfeito para o escritório, que por não ter janela é muito escuro. Este fim-de-semana aproveitámos a oportunidade no IKEA. Está agora à espera de ser colocado.
Não é só no Pingo Doce que há promoções a 50%...

6 de maio de 2012

Passeio diário do Spike #4#



 










Às horas que agora vamos passear com o Spike, ainda é de dia, mas se fosse de Inverno já era bem escuro.
Aqui e ali pequenas flores vão aparecendo. Vêem-se pequenos insectos.
A chuva dos últimos dias voltou a animar a floresta. Aos poucos fica mais verde. Alguns cogumelos também surgiram, depois de terem desaparecido com o Inverno seco deste ano.
Sem notar fotografei uma joaninha.


Adoro os dias a crescer.

 

Dia da Mãe




Poemas, versos, beijinhos, abraços. Mas o mais importante de tudo o amor dos meus príncipes.

4 de maio de 2012

Capoeira

Os gémeos andam na capoeira. Na capoeira dão alcunhas às pessoas e é por esses nomes que são conhecidos. O João é "Corda". Corda todos sabemos o significado. O Tiago é "Caçamba". Caçamba?!!! Mas que raio é caçamba?! Bem hoje deu-me para ir ver o significado e finalmente entendi:
"Significado de Caçamba: s.f. Bras. Balde, preso a uma corda para tirar água dos poços."

Pronto, acho que foi bem aplicado. Gémeos: um corda outro caçamba.

A visita de estudo

Os gémeos foram visitar o Museu do Traje, em Viana do Castelo.
Eles a descreverem o sítio: "- Fomos ver um museu de freiras..." Museu de freiras????!!!! Eu e o pai demorámos a perceber que se referiam a lavradeiras... Estavam quase lá!

2 de maio de 2012

Surpresa dos príncipes

Hoje os príncipes gémeos tiveram uma visita de estudo a Viana do Castelo. Só tinham que levar 1,50€ para o almoço, visto que iriam almoçar numa cantina duma escola. Mas, como por vezes, poderiam querer comprar alguma coisa dei-lhes 10€. Eles decidiram logo não gastar e guardar para, eventualmente, mais tarde comprarem um jogo de consola.
Mas qual não foi a minha admiração. Eles gastaram o dinheiro todo. Sim, gastaram tudo, mas não foi em algo para eles... Compraram uma bela peça de artesanato para oferecer ao pai e um bloco para me dar a mim.
Aqui ficam as nossas prendas.





Quem diria! Pensaram em trazer alguma coisa para os pais. Uns príncipes mesmo. Adoro-os.

Anorak

O Tiago tinha perdido o seu anorak, onde nem ele sabe!!!?
Ontem fomos ao retail de Vila do Conde, e na Pull and Bear, comprei-lhe um anorak espectacular, quente (o tempo assim o exige), a 9.90€. Não sabia que a Pull and Bear também já tem colecção de criança, mas fiquei feliz com a descoberta.
Estou arrependida é de não ter trazido mais.


O dele é verde.

Parece que não fui a única...

Sim, e já me sinto melhor, parece que não fui a única a não ir ontem ao Pingo Doce. O que me arrependo. Quero lá saber se é dumping. Sim, se soubesse a ver se não tinha ido também ao Pingo Doce. Aqui o que importa é mesmo a nossa carteirinha. E, eu "ia lá com certeza".
Mas fui ao Ikea, ou melhor, tentei ir, porque os nossos amigos suecos, ao contrário dos nossos conterrâneos do Pingo Doce, decidiram fechar. Fechar!!?? E, avisar não?